quarta-feira, 18 de junho de 2014

"Duas Vidas", de Jessica Thompson (Opinião)

Já iniciei esta leitura influenciada por algumas opiniões negativas que fui lendo, de leitores que, como eu, se deixaram enganar pela falsa semelhança ao livro "Um Dia".
Há um esforço tão flagrante para mimetizar esse livro (que é brilhante e original dentro do género), que a história se emaranha em si mesma, ao ponto de o leitor perder a paciência. Foi já com muito esforço que me obriguei a chegar a um fim, que desilude por tão previsível e insípido que é.

Por várias vezes, incitei os personagens a tomar uma atitude: não é possível que duas pessoas profundamente apaixonadas uma pela outra convivam durante anos a fio sem que pelo menos uma delas se descaia, que perca as estribeiras e que confesse esse amor que julga ser não correspondido. Pelo menos é essa a ideia que eu tenho do modo como geralmente se consolidam as relações românticas entre duas pessoas.

Talvez seja um bom livro para românticos incorrigíveis ou para quem acredita que há sempre finais felizes, mas a mim não me convenceu.


✰✰ (2 em 5)