quarta-feira, 11 de junho de 2014

"O Sentido do Fim" de Julian Barnes (Opinião)

Estava com grandes expectativas quando comecei a ler este livro, não só pelas opiniões que fui lendo, mas também porque foi Man Booker Prize em 2011 (o que nem sempre é consensual).

Adorei a 1ª parte, gostei menos da 2ª. A tradução é excelente, a escrita muito fluída, simples e inteligente. As considerações acerca do espaço-tempo-memória fazem-nos reconsiderar o modo como incorporamos o passado no nosso presente e como é que o passar do tempo afeta a nossa perceção do que aconteceu.

A 2ª parte é mais confusa... talvez fruto das próprias incertezas que Tony (o personagem central do livro) sente no seu tempo presente.

Acabei por ficar dececionada, mesmo que considere que a primeira parte do livro é genial. Não é fácil falar-se sobre a memória, o passado e as recordações e neste livro o autor fá-lo magistralmente.


✰✰✰ (3 em 5)